Líder você está disposto?

Por Josué Gonçalves

Liderar é uma arte e para isso o líder tem que estar disposto a renunciar às suas vontades, muitas vezes, para atingir o propósito estabelecido por Deus.   Mesmo não sendo fácil vamos analisar 7 erros que um líder não pode cometer. Isso vai ajudar nesta reflexão tão importante.

Vamos aos erros que não devem ser cometidos:

1) PERMITIR QUE OS APLAUSOS DO SUCESSO O IMPEÇAM DE CONTINUAR OUVINDO A VOZ DE DEUS. (Ap 3.14-22)

Quando o líder perde a sensibilidade para ouvir a voz de Deus, a tendência é se tornar um “profissional do púlpito” disfarçando uma espiritualidade e santidade que não tem, porque o orgulho provocou essa surdez no líder da igreja de Laodicéia (Ap 3). O orgulho é como uma infecção no ouvido do coração.

2) DEIXAR DE PRESTAR CONTAS (Hb 13.17).

Nada é mais perigoso do que viver sem ser supervisionado. Uma vida não supervisionada não é vivida com responsabilidade, portanto, a prestação de contas protege a integridade do líder. Líderes que prestam contas, vivem de forma responsável diante de Deus e dos homens.

3) PENSAR QUE A VIDA É FEITA SÓ DE TRABALHO (Mc 6.31).

O ativismo é um mau aplacador de consciência. Lembre-se, uma mente cansada não produz com qualidade e se torna vulnerável diante dos ataques do maligno. A principal causa do excesso de trabalho do líder, é a falta de limites. Quem nunca diz “não”,  entrega o controle de sua vida nas mãos dos outros, paga dívida que não fez além de se tornar um escravo da sua insensatez. O líder não deve sacrificar o importante no lugar do urgente. Tire férias, respeite o princípio da “pausa”, do “sábado”.

4) QUERER LIDERAR OS OUTROS SEM SER LÍDER DE SI MESMO (1 Tm 4.16).

O apóstolo Paulo disse a Timóteo, “Tem cuidado de si mesmo…”. Antes de liderar os outros, o líder deve ser líder de si mesmo, e isto tem a ver com domínio próprio sobre os impulsos, desejos, temperamento, emoções etc. Nenhum homem é livre se não aprendeu a governar a si mesmo.

5) PENSAR QUE É POSSÍVEL FLERTAR COM O PECADO E SAIR ILESO (2 Tm 2.22).

Sansão brincou de se deixar amarrar e amarrado ficou. Todos os líderes que conheço que brincaram com o pecado, saíram manchados, queimados, empobrecidos e vencidos. Gosto da frase do meu amigo Pastor Altamir: “Quem não quer perder para o pecado, não deve subir no ringue para competir com ele. “Lembre-se, o pecado sempre o levará para mais longe do que você imagina, cobrará um preço mais alto do que você está disposto a pagar. Não flerte com o pecado.

6) PASTOREAR A IGREJA E NÃO PASTOREAR A FAMÍLIA (1 Tm 3.12)

A liderança de um pastor é aprovada ou reprovada dentro da sua própria casa. O apóstolo Paulo foi radical quanto a isso quando disse, o homem chamado e vocacionado precisa governar bem a sua própria casa para estar apto a dirigir a casa de Deus (1 Tm 3). Sem uma família estruturada, qualquer pastor tem sua liderança questionada.

7) NÃO LEVAR A SÉRIO O PRINCÍPIO DA HONRA (Ef 6.1,2).

A mesma honra que a Bíblia exige dos filhos em relação aos pais, é exigida na relação dos liderados e líderes. O que produz a semente da honra? Longevidade e prosperidade. Deus não tem prazer na vida de um líder que não pratica o princípio da honra. Quem planta desonra, colhe vergonha.