Seja uma mulher cheia do Espírito Santo

Toda família com o passar do tempo precisa de alguns ajustes, e hoje vamos falar sobre algumas atitudes que a mulher pode ter em relação ao marido que pode ajudar muito na construção do casamento e durabilidade dele. A mulher virtuosa é a coroa do seu marido, mas a que o envergonha é como podridão nos seus ossos. (Provérbios 12:4). A mulher por ser mais emotiva é também mais afetiva, e é dela o dever de ser a auxiliadora, quando a Bíblia retrata isso não significa que ela somente tem que cumprir com os deveres domésticos, ela tem em suas mãos o poder de mudar circunstâncias através do seu equilíbrio e sabedoria. Muitas vezes o homem passa por situações fora de casa que levam ele ao estresse, cansaço, irritabilidade e a sua forma de reagir é totalmente diferente do da mulher.

Vejamos a seguir algumas atitudes que a mulher pode ter:

1° Abandone toda a dependência dos seus pais, e toda a crítica dos parentes do seu marido.

Aqui está o problema, muitas mulheres super protege, são dependente emocionais dos seus pais, quanto mais uma crítica ferrenha dos pais do marido e dos parentes do marido aqui está um ponto da questão, aqui está a causa dos conflitos intermináveis de muitos casais, a mulher trata a sua família de forma super protetora e a do marido ela desconsidera, ela negligencia, não honra e não respeita. Você precisa entender uma coisa, é impossível ser feliz em uma relação a dois sem respeitar, tratar com respeito e honra a família do outro.

2° Faça elogios e mostre apreciação em vez de viver criticando o seu marido.

Você elogia com frequência o seu marido? É comum você mostrar apreciação para com seu marido? Quando o seu marido te ajuda, quando o teu marido coopera, quando o teu marido se esforça para fazer aquilo que tem a ver com facilitar a sua vida você reconhece? Você elogia? Você o eleva? Você o honra? Uma mulher que só critica ela afasta o marido e não o aproxima, ela repele o marido e não o seduz não o atrai.

3° Abandone a tendência de ser possessiva ou ciumenta.

A nossa unidade conjugal não pode ser doentia, é preciso respeitar os limites da individualidade do outro, quando é que o casal desenvolve uma unidade doentia?

Quando nele ou nela há um sentimento de possessividade, ciúme doentio, o ciúme doentio é a falta de confiança, complexo de inferioridade e falta de confiança no cônjuge.

Toda pessoa doente de ciúme o problema não está fora, o problema está dentro dela.

Por isso aplique os princípios da Bíblia no seu dia a dia, creia que seguindo as ordenanças de Deus tudo acontecerá da melhor forma para que você e seu marido consigam se entender, sem desavenças, sem terem problema de se comunicar. Até a próxima!

Inscreva-se para receber Conteúdos exclusivos do nosso ministério

Fique por dentro de tudo que esta acontecendo no nosso ministério

2018-12-07T10:27:22+00:00