Compartilhe!

Como lidar o vento do fracasso moral na sociedade moderna?

O fracasso moral é um vento que pode acontecer e passar pela vida de todos nós e também é relatado na Bíblia, no segundo livro de Samuel, nos capítulos 11 e 12, a Bíblia relata a queda do rei Davi, que não era um crente qualquer, mas alguém que tinha um coração de adorador.

Ele foi o homem segundo o coração de Deus, aquele que nos ensinou a adorar, que tocou o coração de Deus com seu louvor. Este homem, em um momento de vacilo, não soube lidar com a tentação e fez o inconcebível, o inimaginável para alguém temente a Deus. Ele não somente adulterou, roubando a mulher de seu fiel soldado Urias, mas mandou matar seu amigo para livrar-se das evidências do adultério e da gravidez.

O fracasso moral atingiu o reinado de Davi

Quando a tempestade de um fracasso moral atinge uma pessoa, espalha seu rastro de destruição por toda a sua área de influência. Sofre quem pecou, sofrem os filhos, os liderados, a esposa, a mãe, os parentes, a empresa, enfim, tudo quanto está à sua volta. Com Adão, que trouxe uma maldição para o planeta – a sentença foi assim: “maldita é a terra por tua causa”. Também é assim conosco.

Um pecado moral atinge todas as relações à nossa volta.

Alguém pode ser atingido pelo pecado de outro e sofrer sem ter culpa. É o caso de um filho que vive distante do pai que deixou o lar para viver uma aventura, ou de uma esposa que manteve fiel, que fez o seu melhor, mas que não foi suficiente para a cobiça, a ganância e o egoísmo do marido que a abandonou.

O rei Davi tinha uma filha virgem, que foi forçada pelo próprio irmão. Ela tinha uma vida normal, mas o vento que abalou a família ainda soprava de modo sinistro e comprometeu toda sua vida e inocência. O irmão, Amnon, nutria certa paixão patológica por ela e depois de conseguir dormir à força com a irmã, a desprezou, expulsando-a de casa.

A tragédia poderia ter terminado por ali se o rei Davi tivesse estabelecido uma punição para o estuprador. No entanto, com a consciência comprometida pelo próprio pecado moral, o rei e juiz de Israel fez vista grossa, abrindo espaço para a ira de outro irmão, que duvidou da capacidade de julgamento do pai e fez justiça com as próprias mãos, assassinando o estuprador.

Quantas pessoas poderiam ter sido poupadas, mas a tempestade do pecado deixou seu rastro de destruição. Absalão, que mandou matar o irmão, depois de ficar exilado bastante tempo, promoveu uma rebelião e tomou o trono do pai. Davi fugiu com seus homens de confiança e, durante um combate entre as forças do revoltoso e as do antigo rei, o rapaz acabou morto.

Mesmo assim, a graça de Deus se manifestou.

Pode ser que você tenha sido atingido por uma tempestade semelhante. Talvez tenha sido você o pecador, ou pode ser que você tenha sido atingido pelo erro de um terceiro. Independentemente do caso, você pode contar com a graça e o perdão de Deus. Perdoar é imperativo para se livrar do lixo emocional que se deposita na alma.

Esse vento do fracasso moral é sério e pode atingir qualquer casamento. Se o casal não estiver com sua casa levantada sobre a rocha, a construção pode sucumbir. Pense nisso!


Josué Gonçalves


Compartilhe!
Colabore!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *
You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>