Jovem, leia a bíblia!

O jovem cristão de hoje tem muitas atividades diárias: família, estudos, igreja, trabalho, amigos, namoro… que tomam todo seu tempo e o cansa. Além dessas coisas boas, existem todos os tipos de pressões que o mundo impõe. Particularmente na vida do jovem, algumas têm mais influência, como a pressão sexual – o mundo quer que o jovem deixe os bons valores sobre relacionamentos sadios, o corpo como templo do Espírito Santo e a importância de se guardar para o casamento. Outras são a bebida e o cigarro, sem falar nas drogas, que são “brilhantes” atrativos para o jovem ficar “alegre”, esquecer de seus problemas e curtir a vida. Muitos os atrativos do mundo na vida do jovem.Mas a maravilhosa Bíblia ensina como podemos desviar os passos destas coisas! Tenho lido frequentemente o Salmo 119. No começo sentia certa preguiça devido a quantidade de versículos mas, quando comecei a ler não parei mais. Neste salmo há muitas armas que um cristão pode usar em situações de sua vida. Há também o ideal de como deve ser a meditação constante na Palavra e a apreciação pela mesma (Sl 119:97) e para nós jovens, revela que nosso caminho será purificado se a observarmos.

Mas como faremos isso de forma apropriada?

O salmista escreveu constantemente que os estatutos do Senhor eram seus guias, que ele os observava de dia e de noite para não ser confundido (6-11), para fugir de cair em tentações (101-105). Acredito que para usar essas palavras, ele as conhecia, ou seja, ele lia e meditava, e consequentemente aplicava o que aprendia em sua vida.

Perceba que é um processo prático de três partes:

1- Ler (conhecer)

Mesmo não conseguindo entender tudo que lemos, devemos simplesmente ler. A Bíblia é alimento para nosso espírito. No ínicio realmente é difícil, é preciso esforço e dedicação para criar um hábito. Já ouvi falar a seguinte frase: “Semeie um ato diário, colha um hábito. Semeie um hábito, colha um caráter. Semeie um caráter, colha um destino! “E o alimento vem de acordo com a nossa “idade espiritual”, ou seja, nossa maturidade. O crescimento espiritual é semelhante ao físico, no início precisamos de mingau e Papai nos dá algo fácil de ser entendido. Com o tempo, passamos a comer arroz com feijão, que são as bases para o sustento e chegará um momento (e esse é o objetivo) que iremos comer comida forte como feijoada sem problemas.

2 – Meditar (entender)

No dicionário, meditar significa estudar, considerar, pensar sobre. Quando algo nos intriga geralmente ficamos pensando sobre aquilo por um tempo. Com a Bíblia funciona assim também, lemos algo que não entendemos e ficamos tentando entender, pensando sobre aquilo, “mastigando” a saborosa refeição. Algo que muita gente não faz e que ajuda muito: ANOTE! Anote o que vc entendeu, o q vc descobriu, suas dúvidas, etc. Isso ajudará a sua meditação e estudo. Não existe um verdadeiro estudo sem lápis (caneta) e papel por perto!

Há ainda um outro detalhe importantíssimo:

“Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente.”

1 Corintios 2:14

Ore! Ore antes de ler a bíblia para q o ESPIRITO SANTO ilumine seu entendimento! A atitude ideal quando não entendermos algo é buscar entender, se não conseguimos sozinhos, procuramos alguém (pastor, líder) que nos ensine. Mas precisamos conhecer a Palavra, porque ela é a arma que usamos para lutar contra a pressão e tentação que vem sobre nós. Quando entendemos o que foi lido, o ensino entra em nosso coração (se deixarmos) e começa a fazer parte das nossas atitudes, formas de julgar as situações, formas de agir etc. Precisamos meditar (mastigar) a Palavra para não sermos confundidos e a Bíblia chama de bem-aventurado aquele medita de dia e de noite.  Então passamos para o próximo estagio do processo, o da aplicação.

3- Aplicação

Como já vimos, após ler (conhecer) e meditar (entender) na Palavra, deixando ela entrar em nós, automaticamente começamos a aplicar o que foi aprendido. Nessa etapa a Palavra vira nossa arma e guia. Exemplo, quando alguma tentação vier sobre nós, lembraremos que nos foi ensinado: “resisti firmemente ao diabo e ele fugirá de vós” e isso nos ajudará a não cair. Ou então, quando cairmos e o diabo vier nos acusar lembramos ele que “…quem intentará acusação contra os filhos de Deus? É Deus quem os justifica. Quem os condenará? É Cristo quem morreu, ou antes, quem ressuscitou e está assentado a direita de Deus e intercede por nós”.

O tão conhecido “Lâmpada para os meu pés é a tua palavra e luz para os meus caminhos” passa a ser prático nas situações do dia-a-dia, quando precisamos tomar uma decisão e não queremos errar lembramos daquilo que aprendemos (nos alimentamos) e tomamos a decisão, como fez o salmista em várias situações de perseguição, de angústia e tristeza, de indecisão, dizendo que por conhecer e observar a Palavra ele foi salvo.

Começamos a sentir desprezo pelas coisa do mundo e prazer pelas coisas que são do alto!

Assim como nosso corpo não vive em alimento, não podemos e nem devemos viver sem a Palavra! Como diria aquela velha frase: “Saco vazio não para em pé!” Então para que você não caia, leia, medite e aplique a palavra de DEUS! Alimente-se! Isso nos trará maturidade, e chegaremos as palavras do salmista:

“Tu, pelos teus mandamentos, me fazes mais sábio do que os meus inimigos; pois estão sempre comigo. Tenho mais entendimento do que todos os meus mestres, porque os teus testemunhos são a minha meditação. Entendo mais do que os antigos; porque guardo os teus preceitos” (Salmo 119:98-100)

“Quem dera que os meus caminhos fossem dirigidos a observar os teus mandamentos.” (Salmo 119:5)

“Oh! Quanto amo a tua lei! É a minha meditação em todo o dia.” (Salmo 119:97)

“A tua palavra é muito pura; portanto, o teu servo a ama.” (Salmo 119:140)

Te incentivo a ler a Bíblia, (especialmente o Salmo 119), pois o mundo vem com tudo pra cima de nós, mas Deus nos dá as ferramentas necessárias para vivermos uma vida íntegra e em santidade. Jesus acredita em nós e Ele diz: “Jovens, sois fortes e já vencestes o maligno”.

Por isso “busquemos com paciência a carreira que nos foi proposta” “não olhando para as coisas que para trás ficam, mas prosseguindo para O alvo.”

Artigos Relacionados

Inscreva-se para receber Conteúdos exclusivos do nosso ministério

Fique por dentro de tudo que esta acontecendo no nosso ministério

2018-11-27T10:50:11+00:00